Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

A polícia civil de Ponte Nova desencadeou a “Operação Corruptus” e prendeu no dia 09/08 o agente prisional I.V.J de 32 anos, ele é investigado por corrupção, associação criminosa e. tráfico de armas e drogas e também por fornecer aparelho de celular para presos do presidio de Ponte Nova. Local onde trabalhava.

Em entrevista o delegado Cléber de Souza Gomide disse que o serviços de inteligência do presídio trabalhou em conjunto com a polícia civil e ajudou nas investigações.

Segundo o delegado as investigações começaram após a apreensão de dois aparelhos de celulares em celas da penitenciária.  Após a realização de uma perícia nos arquivos dos aparelhos foi encontrado dados do agente penitenciário.

Apartir daí foi feito uma investigação onde se comprovou a atuação criminosa do suspeito em venda de arma fora do presidio e outros envolvimentos com crimes.

Os policiais estiveram em Viçosa e realizaram buscas na casa do acusado, porém nada de ilícito foi encontrado. As investigações continuarão e novos envolvidos poderão ser presos em breve.

 

Comentários