Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

capa-pc22Na ultima sexta-feira (9) a Policia Civil de Minas Gerais, por intermédio da Delegacia de Viçosa com apoio da Delegacia de Juiz de Fora, dando continuidade as investigações anteriores que resultaram na prisão de 06 pessoas, e varias armas de fogo, drogas e veículos roubados.

Continuando as operações policias civis foram até a cidade de Juiz de Fora onde localizaram e prenderam os suspeitos J.S. M (31), JAKSSON MARIANO DE OLIVEIRA (29), R.S. P V  (27) e S.M (26) e na apreensão de um simulacro de fuzil, 19 cartuchos intactos de 556, 20 cartuchos. 38, 20 cartuchos .380, 50 cartuchos 9mm; 01 cartucho de .40, 35 cartuchos de .380; uma pistola taurus .380 com numeração suprimida; 01 pistola 9mm Taurus com numeração suprimida; R$ 128,00 (cento e vinte e oito reais); duas chaves de veículos; dois celulares.

Portanto, foram 03 operações deflagradas com uma quadrilha de 09 pessoas presas e 23 munições de. 40; 10 munições de .357; 18 munições de calibre .12; 76 munições de calibre .223; 26 munições de 9mm; diversos artefatos feitos de limões com pregos para danificar pneus de carros; 02 tabletes de maconha; 02 manômetros comumente utilizados em maçaricos; uma mala de ferramentas; 01 espingarda calibre 12; 01 revolver calibre .38; 01 revolver calibre .357; 01 pistola .40; 01 pistola 09mm; 03 veículos e 01 motocicleta; 01 simulacro de fuzil com carregador; 01 munição calibre .38; 03 munições .380; 02 celulares; balança de precisão; 07 pedras grandes de cocaína; 01 bucha de maconha; 03 tabletes de maconha;

O suspeito JAKSSON MARIANO possuía 04 mandados de prisão em aberto, é foragido do Complexo Penitenciário de Ponte Nova e é investigado pelo cometimento de diversos crimes em toda região.

JAKSSON é ainda apontado como chefe de uma quadrilha que atuava em roubos nesta região de Viçosa e demais cidades vizinhas.

Desta forma, a Policia Civil espera ter desmantelado a principal quadrilha que atuava em roubos de veículos em toda região.  Jackson Mariano é considerado de alta periculosidade, o suspeito conseguiu fugir de varias operações realizadas para prendê-lo.

A polícia civil informou que as investigações continuam, e novas prisões poderão ser realizadas.

INFORME DA POLICIA CIVIL DE MINAS GERAIS.

foto pcmg

JACKSON MARIANO

 

044c146b-6b36-42a5-84c6-f4d6bf9ea785 d3f4dd6e-dfc0-4145-9402-1fddd88b5a7f

Comentários