Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

jovemA Etapa Estadual do Projeto Parlamento Jovem (PJ) 2015 aconteceu nos dias 21, 22 e 23 de outubro, em Belo Horizonte. Três estudantes do PJ em Viçosa participaram das discussões e votação do documento final, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), com propostas relacionadas ao tema de 2015, “Segurança Pública e Direitos Humanos”. A Presidente da Câmara Municipal de Viçosa, Vereadora Marilange Santana Pinto Coelho Ferreira (PV), o Vereador Geraldo Deusdedit Cardoso (Geraldinho Violeira) (PSDC), as Vereadoras Maria Heloísa Gomes (Heloísa da Policlínica) (PHS) e Maura Fontenelle (PSDB) também participaram do evento.

O Parlamento Jovem é um projeto da ALMG, em parceria com a Pontifícia Universidade Católica (PUC) Minas, desenvolvido pelas Câmaras Municipais. O trabalho junto aos estudantes aconteceu dividido em Etapa Municipal, Regional, de acordo com os oito polos regionais, e a Etapa Estadual, que aconteceu em Belo Horizonte. Participaram da etapa Estadual 114 estudantes dos 38 municípios participantes, uma média de três estudantes por cidade. Os representantes de Viçosa foram: Brenno David Silva Martins, Isabella Moreira dos Reis e Trielle Martins Santa Bárbara. Eles foram acompanhados da Coordenadora Pedagógica na Escola do Legislativo de Viçosa, Michelle Dias, e da Assessora de Comunicação da Casa, Mônica Bernardi.

A programação teve inicio ainda na quarta-feira (21), com oficinas, atividades de entrosamento e discussões em grupos de trabalho (GTs). Na quinta-feira (22), os participantes votaram o tema do PJ para 2016. Concorrendo com “Governança Democrática” e “Inclusão Social das Pessoas com Deficiência”, a temática a ser trabalhada no ano que vem será “Mobilidade Urbana”, que recebeu 50 dos 110 votos.

Na Plenária Estadual, que aconteceu na sexta-feira (23), foram votadas as propostas do documento base elaborado a partir das propostas levadas das Plenárias Regionais de cada Polo.  Foram aprovadas 18 propostas relacionadas ao tema central do PJ 2015. Uma das propostas foi a reativação e a ampliação do programa “Fica Vivo!”, que promove atividades culturais e esportivas direcionadas aos jovens de comunidades afetadas pela violência. A ampliação do Olho Vivo também foi discutida, visando atingir outras localidades com a vigilância virtual, das Associações de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC), da Casa da Mulher e das Patrulhas Rurais. A proposta de criação de incentivos fiscais para empresas promoverem oficinas culturais e esportivas também foi aprovada.

A Presidente da Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputada Marília Campos (PT), que recebeu as propostas do PJ, anunciou que as propostas aprovadas pelo Parlamento Jovem 2015 poderão resultar em emendas ao Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) 2016-2019 ou à Lei Orçamentária do ano que vem, podendo ser transformadas em requerimentos oficiais da Assembleia, projetos de lei ou emendas a propostas legislativas já existentes.

A estudante Isabella, que representou Viçosa pelo segundo ano consecutivo, manifestou a satisfação em participar do projeto. “Foi algo muito produtivo. Graças ao Parlamento Jovem, por exemplo, tive bons argumentos para a redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM)”, disse a estudante.

A Coordenadora Pedagógica do PJ em Viçosa, Michelle Dias, agradeceu aos monitores e alunos. “Agradeço aos monitores que se dedicaram durante todo o ano para concluirmos esta etapa e à participação dos alunos. Fiquei imensamente feliz e orgulhosa de todos na Etapa Estadual”, disse ela.

A Presidente da Câmara Municipal de Viçosa, Vereadora Marilange, destacou que é extremamente gratificante poder acompanhar o momento de consolidação das propostas elaboradas e discutidas pelos alunos. “Na verdade é a consolidação de um trabalho que começa no início do ano e que podemos perceber o amadurecimento e crescimento de cada um dos alunos. Que venha o PJ 2016!”.

Texto: Anna Gabriela Motta

Fonte e foto: Site ALMG

Revisão e foto: Mônica Bernardi

 

Comentários