Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+
d043f71b-ad64-4693-a9e9-743d7ddd79f8

CHICO JÁ TEVE UMA PADARIA EM TEIXEIRAS NO PATRIMÔNIO 

Dois criminosos mataram o dono de uma padaria durante um assalto nesta segunda-feira (18) em Contagem, na Grande BH. Francisco Ribas de Oliveira, de 55 anos, sacou um revólver para tentar reagir e foi executado a tiros. Duas câmeras de segurança do comércio registraram o crime.

As imagens mostram quando dois homens vestidos com camisas de futebol entram na padaria, rendem a funcionária do caixa e uma cliente. Em seguida, o comparsa vai para os fundos da loja e toma bolsas e sacolas de outras vítimas. De repente, Francisco Ribas aparece armado na porta da padaria e atira, mas não acerta os criminosos. Os dois sacam armas e um dos bandidos, que estava de boné branco, atinge o comerciante pelo menos duas vezes. Ele cai e é baleado de novo.

Chico Ribas chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal de Contagem, mas não resistiu.

Os ladrões fugiram por um beco e entraram em um carro onde eram aguardados por outro criminoso. Uma testemunha relata o pavor que sentiu.

A família contou que Francisco Ribas comprou a arma para tentar se proteger dos constantes assaltos, já que a padaria foi invadida 15 vezes nos últimos 12 meses.

Autoridades policiais, no entanto, alertam para o risco de se reagir a assaltos. No Brasil, o porte de armas para o cidadão comum é proibido, e especialistas apontam que o risco de ser baleado é maior quando a vítima está armada.

Por causa do assassinato do comerciante, moradores do Monte Castelo organizam um protesto pedindo justiça e melhor policiamento na região. A reportagem procurou a Polícia Militar para saber sobre o efetivo que patrulha a área e aguarda resposta.

 

Prisão do Suspeito

 

Uma denúncia anônima ajudou a Polícia Militar a prender um jovem de 24 anos suspeito de matar o dono de uma padaria durante um assalto em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. O crime aconteceu durante a manhã da última terça-feira (18) e o rapaz, identificado como Alexander Junio Martins Faustino foi detido à noite, em Betim.

De acordo com a PM, o denunciante relatou que o jovem estaria em um imóvel na avenida Rio Negro, no bairro Dom Bosco. Quando os militares chegaram, Faustino se apresentou e confessou os fatos. Ele alegou ainda que teve a companhia de um colega, mas se recusou a dar a identificação do comparsa.

 

 

 

O suspeito explicou que, ao tentar roubar o estabelecimento, foi surpreendido pelo proprietário, Francisco Ribas de Oliveira, de 55 anos, que tinha uma arma. O comerciante mandou os bandidos deitarem no chão, mas o jovem conseguiu sacar o revólver e disparar contra a vítima. Mesmo ferido, Oliveira ainda revidou e atingiu o assaltante no braço direito e na mão esquerda.

Ainda conforme Faustino, ele fugiu a pé depois do ocorrido e se livrou da arma usada no roubo no meio do trajeto. Em seguida, o rapaz se escondeu na casa do padrasto em Betim e decidiu não procurar atendimento médico para não ser achado pela PM. Diante dos fatos, ele foi levado ao Hospital Regional de Betim e preso em flagrante.

PORTAL R7

 

Comentários