Compatilhe esta publicação: Twitter Facebook Google+

 

Na reunião desta terça-feira (16), o Vereador Sérgio Norfino (PSDB) relatou quais os encaminhamentos que ficaram na reunião realizada em Belo Horizonte sobre a situação do Hospital São João Batista (HSJB).

As questões relacionadas no encontro foram sobre o pronto atendimento e outras questões administrativas.  Esteve presentes, o Secretário de Estado, Danilo de Castro; a Reitora da UFV, Nilda de Fátima; o Vice-Reitor, Demetrius David da Silva; o Presidente da (FAMINAS), Roberto Andrade; o Diretor Administrativo do Hospital São João Batista, Sérgio Pinheiro; o Vice-Presidente da FAV, Rodrigo Bicalho; o Prefeito de Viçosa, Celito Sari e Marco Maffia, representando o serviço de hemodinâmica do HJSB.

Rodrigo Bicalho relatou detalhadamente a situação atual do hospital, com o perfil do endividamento e o plano de trabalho implementando pela atual administração, com foco nas medidas efetivas, objetivos futuros e necessidades atuais.

A Reitora esclareceu como está o processo de credenciamento do hospital de ensino. “O processo já está avançado, visto que já aconteceu uma visita da Comissão responsável do MEC ao Hospital São Sebastião e uma visita já esta agendada para agosto ao HJSB”.

O Vereador Sérgio solicitou junto aos outros integrantes da reunião um pedido ao Secretário de Estado Danilo de Castro. “Solicitamos a ajuda junto ao Estado para que se antecipe o máximo possível à instalação da rede de urgência e emergência para nossa região, já que existe uma divisão entre as especialidades de cada hospital que se complementam. Exemplo disso é a verba do PROHOSP solicitamos que o mesmo aconteça com relação à definição do hospital de referência regional para que seja compartilhada entre os dois hospitais.”

 

Danilo de Castro anunciou a liberação do montante de um milhão de reais para custeio emergencialmente para o Hospital São João Batista, o que agregará às novas medidas que estão sendo melhoradas dentro do plano de ação da administração do hospital e ressaltou “a continuidade do atendimento a população no setor de urgência e emergência, pronto atendimento, as parcerias existentes com os hospitais terão continuidade na administração das dificuldades dos dia a dia, principalmente, no que diz respeito à escala de plantões. Os dois hospitais devem manter o pronto atendimento abertos, atendendo a demanda atual até que a rede se complete”.

DSC_000322222

Deixe uma resposta

Comentários