Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+
Viçosa sediou nesta quinta-feira (19) a etapa da Região das Matas de Minas do Circuito Mineiro de Cafeicultura, promovido anualmente pela Emater de Minas Gerais. O evento contou com a presença de mais de 150 participantes dos 28 municípios da comarca da Emater de Viçosa.
O circuito, que está em sua 18º edição, tem como objetivo promover a troca de tecnologias e ações entre técnicos e produtores visando a melhoria da qualidade do café, redução de custos da produção, aumento da renda dos produtores, criação de novas vagas de empregos e melhoria da gestão cafeeira.
Em 2018, serão realizadas 32 etapas nas principais regiões produtoras. A etapa em Viçosa foi realizada em parceria com a Secretaria de Estado de Agricultura, Universidade Federal de Lavras com o apoio da Prefeitura de Viçosa, Câmara Municipal de Viçosa e da Funarbe. As palestras tiveram como temas as mudanças climáticas e o cafeeiro; manejo da lavoura cafeeira e os desafios e oportunidades do mercado do café.
Para abrir o evento, compuseram a mesa o assessor especial do café da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Newton Moraes; representando a Câmara Municipal de Viçosa, o vereador Antônio Elias Cardoso; a gerente regional da Emater Raphaela Pinheiro de Souza; o presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS) de Viçosa, Marinho Isidoro Sobreira; superintendente executivo do Centro de Excelência do Café, José Luís Rufino; Coordenador Técnico Estadual de Cafeeicultura da Emater, Bernardino Cangussu.
Luciano Piovesan, superintendente de Gestão Pública e Governança, que representou o Executivo na abertura, durante a sua fala reforçou a importância do mercado cafeeiro para a economia de Viçosa e do país e parabenizou os agricultores pelo trabalho e dedicação. Também enfatizou a importância da Emater e desse evento para a comunidade pelo que “representam para o setor de agronegócio brasileiro um cuidado e carinho aos agricultores, além de fornecer conhecimento e técnicas”.
Comentários