Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

  O Setor de Vigilância Epidemiológica Secretaria de Saúde de Viçosa informou que, a exemplo de outros municípios do Estado,  vários casos de conjuntivite já foram registrados em Viçosa.

  Por isso, a Secretaria  orienta a população a adotar medidas podem diminuir o risco, entre elas lavar suas mãos com frequência; não colocar as mãos nos olhos para evitar a recontaminação; evitar coçar os olhos para diminuir a irritação da área; lavar as mãos antes e depois do uso de colírios ou pomadas; ao usar, não encostar o frasco do colírios ou da pomada no olho; evitar a exposição à agentes irritantes (fumaça) e/ou alégenos (pólen) que podem causar a conjuntivite; não usar lentes de contato enquanto estiver com conjuntivite; não usar lentes de contato se estiver usando colírios ou pomadas; não compartilhar lençóis, toalhas, travesseiros e outros objetos de uso pessoal de quem está com conjuntivite; e evitar piscinas.

Sintomas

 

            Os principais sintomas da conjuntivite são olho vermelho e lacrimejante; inchaço nas pálpebras; intolerância à luz; visão embaçada; e visão borrada. Embora não exista tratamento  específico, para diminuir os sintomas e o desconforto pode-se utilizar soro fisiológico gelado e compressas sobre as pálpebras, limpar os olhos com frequência, ou ainda, usar colírios lubrificantes e lágrimas artificiais.

            Além das precauções, é importante que haja o acompanhamento do oftalmologista para um diagnóstico preciso e tratamento adequado.

            Outras informações na Vigilância Epidemiológica –  (31)3899-5123

Comentários