Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

 

capaCom objetivo de buscar melhorias na segurança pública de Viçosa, os Vereadores Helder Evangelista (Cherinho) (PHS), Secretário da Mesa Diretora, e João Januário Ladeira (PR), acompanhados pelo Assessor de Relações Institucionais da Câmara, Wagner Rosado, participaram de uma reunião em Belo Horizonte na segunda-feira (21). Eles foram recebidos pelo Chefe Adjunto da Polícia Civil de Minas Gerais, Dr. João Octacílio Silva Neto, para falar sobre o pedido de que a Polícia Civil de Viçosa se torne uma Regional.

Durante a reunião Ordinária realizada na terça-feira (22), o Vereador Helder falou sobre isso, e explicou que no dia 9 de março, ele, o Vereador João e também o Vereador Carlitos Alves dos Santos (Meio Kilo) (PDT), Vice-presidente da Câmara, foram até Juiz de Fora para se reunir com o Chefe do 4º Departamento de Polícia Civil de Juiz de Fora, Dr. Saed Divan. Na ocasião foi pedido um parecer sobre a transformação em Regional. De acordo com Saed, foram feitos levantamentos técnicos em 2012 e em 2014 e o parecer a principio era favorável à mudança, mas que o ideal seria procurar diretamente o Dr. Otacílio para informações concretas.

Os Vereadores foram até Secretaria Estadual de Defesa Social (SEDS), acompanhados pelo assessor do Deputado Estadual Tiago Cota, Virgilio Horta. De acordo informações passadas aos Vereadores, Viçosa tem varias possibilidades de se tornar regional. “Nossa cidade é uma das únicas cidades universitárias que não sedia uma regional e o índice de violência na região é elevado. Além disso, existe a dificuldade logística para que os agentes da polícia civil transportem pessoas para Ubá durante a noite, sendo inclusive um risco para os profissionais.”

O Vereador Helder concluiu dizendo que o objetivo “é ter uma regional, pois a segurança em nossa cidade é um direito de todo cidadão, e é um dever nosso também, como vereadores, buscarmos soluções possíveis. Da forma que está a população não aguenta mais.” O Vereador fez ainda uma Representação, que será votada na próxima reunião Ordinária, solicitando a nomeação de perito criminal e médico legista para o Posto de Perícia Integrada (PPI).

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA CMV

Comentários