Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

     

O prefeito Ângelo Chequer apresentou, na tarde da última quinta feira (20), o projeto de construção de um campo de Futebol no Bairro Nova Viçosa. O projeto foi elaborado por engenheiros do Departamento de Defesa Civil e faz parte de um pacote de projetos de revitalização e recuperação de áreas degradadas e regiões de risco.

A apresentação do futuro campo de futebol ocorreu no salão nobre Centro Administrativo, com a presença de lideranças e moradores dos bairros Nova Viçosa e Posses, como o presidente da Associação de Moradores, Gilberto Brandão e a vereadora Brenda Santunioni. O superintendente de Gestão Pública e Governança, Luciano Piovesan Leme; o chefe do departamento de Defesa Civil, Rodrigo Cardoso; o secretário de Cultura, Paulo Roberto Cabral; o chefe do departamento de Esportes, Adailson Abranches; e o diretor de manutenção da secretaria de Obras, Moisés Fagundes também participaram da reunião.

O prefeito ressaltou que essa é uma reivindicação antiga da comunidade e disse que esse não é um compromisso político, mas sim moral, de respeito com os moradores, e por acreditar nos benefícios do esporte no contexto social. “Não queremos apenas entregar o Campo para a comunidade, mas sim utilizá-lo para trabalhar com monitores da área de educação física, com o propósito de realizar diversas atividades socioeducativas com as crianças,” ressaltou.

Ao mostrar detalhes do projeto, que inclui pista de caminhada, campo de 3.310,56 m² de área, mesas, bancos e iluminação, o superintendente Luciano Piovesan reforçou o interesse da administração em começar imediatamente o processo de licitação de material para a efetivação, o quanto antes, do projeto.

A moradora Maria Das Graças Flores, que também acompanhou a reunião, relatou sobre a alegria de poder saber que brevemente as crianças do bairro terão uma ocupação especial que será a prática esportiva.

Toda a obra está estimada em aproximadamente R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) e será realizada com recursos próprios do Município.

Comentários