Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou, na tarde dessa terça-feira (9), uma reunião com membros da instituição para discutir novas estratégias de combate ao pseudo Cangaço Mineiro. No encontro ficou firmada a criação de uma Delegacia Especializada no Combate a Roubos de Bancos e Caixas Eletrônicos. Esta nova Delegacia deve ser concretizada a partir de uma resolução que deve ser assinada ainda nos próximos dias. A expectativa é de que a especializada funcione no prédio atual do Departamento de Operações Especiais (Deoesp) e já comece com o empenho de 20 policiais.

Reunião com membros da PCMG

                                                                                                                           Divulgação PCMG

O intuito é de que este trabalho possa funcionar de forma preventiva, por meio de serviço de inteligência. De acordo com o Chefe-Adjunto da PCMG, Rogério de Melo Franco Assis Araújo, este trabalho terá como foco identificar e neutralizar células criminosas. “Não iremos permitir que Minas Gerais tenha este tipo de cangaço. Teremos um trabalho de inteligência policial que poderá realizar um acompanhamento e, consequentemente, realizar a identificação destes autores com investigações. Queremos e iremos proporcionar mais segurança e paz social para a sociedade” concluiu.

As ações, ainda, terão o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), grupo de policiais devidamente preparados para atuar em operações de alto risco e destinado a apoiar qualquer necessidade da PCMG no território mineiro. De acordo com dados oficiais, Minas Gerais teve uma diminuição de 31% destes tipos de crimes comparados os dois últimos anos. Apesar da diminuição, a Delegacia será criada pela gravidade dos casos que acaba gerando na sociedade uma sensação de insegurança, principalmente, em pequenos municípios e cidades.
A perspectiva é de que os trabalhos sejam iniciados o mais breve possível após a assinatura da resolução que regulariza a criação da Delegacia Especializada de Combate a Roubos de Bancos e Caixas Eletrônicos. A equipe que formará o grupo já está sendo construída e terá o apoio de vários policiais em cada departamento de Polícia Civil no Estado.

Estiveram presentes na reunião o Chefe-Adjunto, Delegado-Geral Rogério de Melo Franco Assis Araújo, o Chefe do Departamento de Operações Especiais (Deoesp), Delegado-Geral Hugo Malhano, o Coordenador de Informações da Superintendência de Investigação e Inteligência Policial, Delegado-Geral Renato de Araújo Cardoso, o Assessor da Chefia, Delegado Marco Aurélio Resende, e o Coordenador de Operação da Superintendência de Investigação e Polícia Judiciária, Delegado Adriano Assunção.

Comentários