Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

 

14453947_1261341620595635_1416583495_o

Durante uma festa em um bar às margens de uma rodovia em Rodeiro, uma cliente foi deixar o local em uma caminhonete, e acabou atropelando seis pessoas que estavam no estabelecimento. Quatro delas morreram na hora. A motorista se negou a fazer o teste do bafômetro e acabou presa.

O acidente aconteceu por volta da 1h. Dezenas de pessoas se divertiam em um bar localizado às margens da MG-850. No estabelecimento, que fica na altura do km 11, é comum ter música ao vivo nas sextas-feiras. De acordo com a Polícia Militar (PM), a motorista Itatiala Martins Pereira, de 34 anos, foi deixar o local em uma caminhonete. Porém, deu ré em alta velocidade e acabou atingindo os clientes que estavam em uma mesa.

Segundo o sargento Evangelista, a mulher informou que confundiu os pedais. “O carro é automático e ela disse que confundiu o pedal de freio com o acelerador. O veículo fez um arco e voltou de ré, atingindo as seis pessoas”, explicou. Morreram no local, Renata Aparecida da Silva Geraldo, de 33, o filho dela, Diogo da Silva, de 10, Dhiego da Silva Paula, de 22, e Cristiane Reis Roque de Souza, de 35 anos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas foram prensadas contra a parede e tiveram múltiplas fraturas.

Já Bruno de Lima, de 31, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o Hospital Santa Isabel, em Ubá. Segundo funcionários da unidade de saúde, o homem segue internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Uma mulher de 27 anos sofreu ferimentos leves e também recebeu atendimento.
A condutora da caminhonete foi presa no local e encaminhada para a delegacia. Ela se recusou a passar pelo teste do bafômetro. “Ela não tinha totais sintomas de embriaguez, mas informou que tomou uma lata de cerveja. Mesmo assim, se negou a realizar o teste do etilômetro e acabou presa em flagrante”, disse Evangelista.

Informações Esatdo de Minas

Polícia Militar

 

Comentários