Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

Nesta quarta-feira(17), a Polícia Civil de Minas Gerais participou, na Zona da Mata mineira, da operação “Luz na Infância 2”, uma força-tarefa coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública (MESP). Policiais civis do 4° Departamento de Juiz de Fora – que abrange as Delegacias Regionais de Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina, Muriaé e Viçosa -cumpriram nove mandados de busca e apreensão nas cidades de Além Paraíba, Cataguases, Leopoldina,Juiz de Fora, Muriaé e Viçosa com a finalidade de procurar arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes.

Na ação, uma das maiores do mundo de combate à pedofilia, um homem de 36 anos foi preso em flagrante em Viçosa, conforme disposto no artigo 241-A, do Estatuto da Criança e do Adolescente. Foram apreendidos seis pen drives, cinco celulares,dois chips de aparelho celular, 1.689 (entre cds e dvds), duas câmeras para filmagem e três notebooks.Também foram localizadas quatro CPUs,um HD, um cartão de memória e quatro videogames, no âmbito do Departamento.

Durante coletiva de imprensa, o Chefe do 4° Departamento, Dr.Carlos Roberto da Silveira Costa, apresentou mais detalhes sobre a operação, acompanhado das Delegadas Ângela Fellet, Ione Maria Moreira Dias Barbosa e Sheila Oliveira. Segundo ele, no município de Juiz de Fora, foram apreendidos, em um apartamento no Bairro Quintas da Avenida, pen drives, chips, aparelhos celulares, mídias, câmera e micro computador. Já em uma residência no Bairro Jóquei Clube foi apreendida uma CPU.

De acordo com a autoridade policial, em Além Paraíba, foram localizados um celular, um notebook e uma CPU. Já em Viçosa, há um preso e a apreensão de um celular, um HD externo, câmera fotográfica, cartão de memória, um notebook, uma CPU, 1.647 mídias, quatro videogames e pen drive.

PCMG

Comentários