FOTO DIVULGAÇÃO PMMG

Acatando o pedido do ministério público a justiça da comarca de Ervália, decretou a prisão preventiva de cinco dos envolvidos na tentativa de feminicídio e homicídio contra dois policiais militares na cidade de Araponga. Na ultima quarta-feira (5) cinco dos oito envolvidos foram presos e encaminhados para delegacia onde foram ouvidos e apenas o suspeito Giovani Dias Alves, foi preso em flagrante, baseado na lei o delegado responsável pelo caso liberou quatro envolvidos incluindo um menor.

Após tomar conhecimento dos fatos a promotoria de justiça daquela comarca pediu á justiça os mandados de prisão preventiva de todos os envolvidos. A justiça aceitou e os mandados foram emitidos. A polícia militar montou uma operação e cumpriu quatro mandados em desfavor dos suspeitos. Mateus Antônio Feliciano (20), Willians Martins Batista (22), Júlio Felipe Rocha Macedo (20), Ronaldo Martins Batista (18), e Giovane Dias Alves (24) esse já se encontrava preso. Durante a operação dois suspeitos que estavam foragidos foram presos pela PM. Todos os suspeitos tiveram suas prisões preventivas por trinta dias decretadas pelo judiciário da comarca de Ervália.

Marcelino e Claudinei estavam foragidos e foram presos na ultima sexta-feira.

VIÇOSA URGENTE.

FONTE POLÍCIA MILITAR DE VIÇOSA

 

Entenda o caso: 

Policiais militares do destacamento de Araponga foram surpreendidos por disparos de arma de fogo na noite de quarta-feira (04). Uma viatura realizava um patrulhamento preventivo pela Rua José Ernesto Kümmel, no Centro, quando os militares Sargento Matheus e a policial feminina Cabo Medina, foram alvejados por disparos de espingarda cartucheira.

O sargento acelerou a viatura e conseguiu sair do local, com destino ao posto de saúde para atendimento médico. Os policiais foram encaminhados para o hospital em Viçosa, o sargento Matheus foi socorrido com uma perfuração na região das costas. Já a policial Medina deu entrada com ferimentos no rosto e foi transferida para um hospital na cidade de Ubá.

A partir daí a PM realizou uma mega operação para identificar e prender os envolvidos no crime. No total de seis pessoas foram presas e encaminhadas para a delegacia da cidade de Ervália.

Dois suspeitos ainda estavam foragidos, durante o cerco policial foi acionado um helicóptero da PMMG que realizou buscas pelo local. Porém os foragidos haviam sido presos até a manhã de sexta-feira (06).

Os policiais não correm risco de morte.

 

 

Comentários