Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

Seis alunos da escola estadual Doutor Raimundo Alves Torres, (Esedrat) foram hospitalizados na manhã de quarta-feira(22). Os estudantes foram socorridos pelos bombeiros militares após um princípio de incêndio no colégio, o fogo foi durante a preparação para a II Feira de Química, que envolveu um experimento que seria apresentado por um grupo de alunos do 1º Ano do Ensino Médio.

Eles testavam o experimento e foram surpreendidos por uma chama que atingiu seis deles que estavam em uma das salas destinadas para o evento. Funcionários da escola apagaram as chamas e acionaram as autoridades competentes, as aulas foram canceladas no turno da manhã. As famílias das vítimas foram informadas do acontecido e a direção da escola deu todo apoio as vítimas.

Os alunos foram medicados e passam bem, uma aluna atingida pelo fogo, possivelmente será transferida para um hospital referência em queimaduras em Belo Horizonte. Segundo a direção da escola haverá aula normalmente nos turnos, manhã, tarde e noite.

Em nota a direção da escola disse que um dos alunos levou materiais que não eram autorizados para ser utilizados na feira, esse material causou uma explosão de vidro de álcool causando as queimaduras em outros alunos.

NOTA A IMPRENSA:

NOTA OFICIAL DA ESEDRAT SOBRE O ACIDENTE OCORRIDO’ NA MANHÃ DE HOJE (22/11/17)

A direção da Escola Estadual Dr. Raimundo Alves Torres informa que o acidente ocorrido no início da manhã desta quarta-feira (22/11/17), antes do início da sua II Feira de Química, envolveu um experimento que seria apresentado por um grupo de alunos do 1º Ano do Ensino Médio. Os estudantes que testavam o experimento foram surpreendidos por uma chama que atingiu seis deles na sala 319, um dos locais da escola destinados ao evento.

            Diante do acidente, que ficou restrito à referida sala e foi devidamente controlado, a direção, a supervisão e professores prestaram os primeiros socorros às vítimas, assim como acionaram o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar, que prontamente chegou à escola pouco tempo depois. Os estudantes feridos foram conduzidos em ambulâncias do Corpo de Bombeiros aos hospitais da cidade, onde foram devidamente encaminhados para atendimento, assim como as suas famílias, que foram comunicadas e se encontram nos referidos hospitais na companhia de representantes da Esedrat.

Paralelamente a isso, a direção decidiu pela imediata suspensão das aulas no turno da manhã para as devidas providências dos Bombeiros e da Perícia da Polícia Civil. Vale ressaltar que haverá aula normalmente no turno da tarde, pois somente a sala atingida estará sem funcionamento.

            Até o fechamento desta nota (às 10h30min), equipes do Corpo de Bombeiros e da Perícia da Polícia Civil estavam fazendo os devidos levantamentos no local do acidente. Em decorrência disto, a direção da Esedrat não tem como fornecer informações técnicas sobre detalhes do ocorrido.

Comentários