Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

 

8496bf51-5cb3-4c14-bfc1-2031d4f43139 2d61905c-b592-4dea-abc3-6609f810f58eOs operários-detentos do Projeto Construindo a Liberdade concluiram, na manhã desta quarta-feira, a  cobertura da laje sobre o espaço destinado a  estrutura de apoio (refeitório, banheiro e outras) da futura fabrica de pré-moldados que se instalará dentro do presídio, onde os detentos trabalharão na fabricação de manilhas, bloquetes, meio-fio e outras peças. A  construção do galpão de 4 metros de altura e 150m² de área interna, onde serão instaladas as máquinas e formas da fábrica, já adquiridas pela Prefeitura, também já foi concluída.

O Projeto Construindo a Liberdade é uma parceria entre a Prefeitura, por intermédio das Secretarias de Obras e Assistência Social, e a Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS), foi idealizado pelo prefeito Ângelo Chequer e viabilizado através de convênio entre as duas instituições, assinado em dezembro de 2014.

O principal objetivo do projeto é promover a ressocialização dos detentos do presídio de Viçosa através do trabalho. Para isso, o projeto previu a construção da fábrica dentro do presídio, que será concretizada em breve. Em troca do trabalho, os detentos receberão uma bolsa trabalho e a diminuição de 1 dia na pena a cada 3 dias trabalhados.

O Secretário de Governo, Luciano Piovesan, compareceu ao local para fiscalizar as obras e afiançou qye o Prefeito determinou todo o empenho de seus assessores, diretamente envolvidos no projeto, para que a fábrica entre em funcionamento o mais breve possível. O Secretário disse, ainda, que, mediante parceria com o Departamento de Engenharia Civil da Universidade Federal de Viçosa, antes do início das atividades da fábrica, os detentos farão cursos de capacitação para manobrar os equipamentos e fabricar as peças.

O pessoal selecionado também trabalhará em obras públicas de manutenção nas ruas da cidade, integrando equipes regionais de manutenção que estão sendo criadas pela Secretaria de Obras.

Assessoria de imprensa pmv

Comentários