Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

As sete imagens de santos encontradas no dia 28/04, no rio em Porto Firme, atraiu a curiosidade dos moradores daquele município e de cidades vizinhas. O assunto era, quem, poderia ter jogado essas imagens no local.

Após a PM recolher as imagens do rio o padre da cidade procurou o destacamento de polícia e disse aos militares que as imagens pertenciam a igreja local, e teriam sido descartadas por estarem deterioradas/quebradas. Como são feitas de gesso e não tem valor histórico cultural, o padre solicitou a um dos colaboradores que descartasse as imagens. “Este colaborador, em confissão, relatou ao padre que jogou as peças no rio”.

“Devido ao segredo de confissão, o padre não pode revelar o nome da pessoa que descartou as imagens, relatando apenas que a pessoa não agiu de má fé por ser extremamente religiosa e que foi uma falha de comunicação, pois ele próprio não explicou a forma exata de realizar o descarte das imagens”, diz a nota da PM.

As imagens foram recolhidas do Rio Piranga e foram encaminhadas para a delegacia da cidade Piranga.

Comentários