Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

 

Denúncia de agressão em escola é tema de TribunaDurante a reunião Ordinária da terça-feira (26), uma denúncia de agressão chegou a Casa Legislativa. De acordo com Andreza Odianes Paiva, sua filha reclamou de dores e disse que uma professora d uma Creche no bairro de Lourdes havia batido nela. O assunto teve encaminhamentos da Presidente da Câmara, Vereadora Marilange Santana Pinto Coelho Ferreira (PV).

De acordo com o relato de Andreza, a situação ocorreu após ela ter buscado a filha com 10 minutos de atraso. No meio do caminho de volta para a casa, a menina começou a chorar, reclamando de dores na cabeça, pois a professora havia batido nela. “Liguei na Polícia, levei ao Hospital e foi comprovado que de fato minha filha foi agredida”. Emocionada a mãe disse que sua filha está muito abalada após o ocorrido. “Ela não conversa comigo e com meu esposo, não quer comer, não quer brincar. Eu não enxergo mais o sorriso e não encontro a criança que ela era. Não tenho condições de pagar psicólogo para a minha filha. Ela sempre fala que a cabeça dói. Não está sendo nada fácil.”

A Casa Legislativa acatou a denúncia e a Presidente da Casa nomeou a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, Presidida pelo Vereador Idelmino Ronivon (Professor Idelmino) (PCdoB), e a Comissão de Direitos Humanos, Cidadania, Prevenção e Segurança Pública, Presidida pelo Vereador Luis Eduardo Figueiredo Salgado (PRTB) para averiguar os fatos, ouvindo a mãe, a direção da creche e a professora. Ela também falou que “como mãe, sabemos exatamente a preocupação que temos apenas em imaginar essas situações. Que as Comissões possam dar um retorno para a Casa, para essa família e também para essa escola o quanto antes.”

Fonte: Assessoria de imprensa da câmara municipal de Viçosa

Texto: Anna Gabriela Motta

Foto: Mônica Bernardi

Comentários