Compatilhe esta publicação: Twitter Facebook Google+

24/01/2019

.

A equipe coordenadora do Programa Casa das Mulheres realizou, em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres e com a Defensoria Pública, uma semana de atividades de formação de oito estagiárias. O evento aconteceu entre 7 e 12 de janeiro, na sede do Programa, com o objetivo de preparar as estudantes dos cursos de Direito da UFV e da Univiçosa para atuarem no atendimento de mulheres vítimas de violência doméstica, sexual e de gênero na microrregião de Viçosa.

Durante a formação, foram apresentadas e discutidas temáticas como gênerofeminismopatriarcadoLei Maria da PenhaObservatório da Violência contra a MulherRede Protetiva e políticas públicas para as mulheres. Por meio de metodologia participativa, também foi realizada a avaliação das atividades do Programa em 2018 e o planejamento para 2019.

A formação contou com a participação da coordenadora da Casa das Mulheres e professora do Departamento de Economia Doméstica da UFV, Cristiane Magalhães; da supervisora do Programa, Gabriela Câmara; da defensora pública e presidenta do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Ana Flávia Diniz; da funcionária da Secretaria de Saúde e responsável pelo Observatório da Violência contra a Mulher, Rita Maria de Souza; da ex-coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres, Luciane Arruda, e da doutoranda em Economia Doméstica Paloma Rosa Ferreira, cuja pesquisa aborda a avaliação da Rede Protetiva no município.

O Programa Casa das Mulheres, que realiza diversas ações de enfrentamento à violência contra a mulher, foi criado pelo Conselho Municipal de Direitos da Mulher e funciona com o apoio da UFV, da Defensoria Pública e da Coordenadoria Municipal de Políticas para Mulheres da Prefeitura Municipal de Viçosa. Ele funciona atrás do Colégio de Viçosa, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h.

Mais informações podem ser obtidas em projetocasadasmulheres.blogspot.com e pelo e-mail projetocasadasmulheres@gmail.com.

Fonte: Site UFV

Comentários