Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+
Os agentes de trânsito da Prefeitura de Viçosa receberam, pela primeira vez, um treinamento para atuarem na primeira resposta em atendimento e prevenção de acidentes de trânsito, primeiros socorros e combate a incêndios. A capacitação faz parte das atividades do Maio Amarelo, sendo uma iniciativa do departamento de Segurança do Trânsito da Diretoria de Trânsito (DireTRAN) da Superintendência de Gestão Pública e Governança.
Durante quatro dias, dez agentes de trânsito passaram a manhã no quartel do 3º Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar em Viçosa, onde participaram do curso ministrado pelo sargento Alexandre Dumas. Em aulas teóricas e demostrações práticas, os agentes aprenderam a forma correta de lidar em situações de acidentes automobilísticos e atendimento em primeiros socorros de vítimas de acidentes, queimaduras, quedas, fraturas, hemorragias e outras emergências clínicas, como crises convulsivas e sintomas de hipoglicemia. “São emergências comuns no perímetro urbano cujas consequências podem ser amenizadas por pessoas que possuem um mínimo de conhecimento sobre primeiros socorros”, explicou Dumas.
Durante a capacitação o instrutor enfatizou que num atendimento de primeiros socorros os primeiros minutos são cruciais para a vítima e que, nesse sentido, os agentes de trânsito, por fazerem parte do cotidiano da cidade, podem proporcionar uma rápida resposta até a chegada de equipes de resgate, realizando a observação e análise da cena, tomando as medidas de segurança, isolando a área para garantir a integridade da vítima e das pessoas envolvidas na situação.
Para Renaldo de Faria, gerente do Departamento de Segurança no Trânsito da DireTRAN, a capacitação para atuar em primeiros socorros faz do agente mais uma autoridade em quem a sociedade pode contar em momentos de emergência: “em situações de acidentes e emergências na rua, muitas vezes o agente de trânsito é a única autoridade presente e a população o vê como o único recurso naquele momento”, disse.
Elias da Silva de Oliveira é agente de trânsito há 17 anos e presencia acidentes constantemente. “Já precisei realizar primeiros socorros em vários tipos de situações na rua e senti a necessidade de uma capacitação mais completa. Já realizamos mini-cursos sobre o tema, mas com um nível de detalhamento desse é inédito”, disse.
A entrega dos certificados aconteceu na última sexta-feira, na sala de instruções do 3º Pelotão, com a presença do superintendente de Gestão Pública e Governança, Luciano Piovesan Leme; do diretor de Trânsito, Lidson Lehner e do comandante do Pelotão, 2º Tenente CBMMG Alexandre Lima Fagundes.
ASSESSORIA DE IMPRENSA PMV.
Comentários