Compatilhe esta publicação: Twitter Facebook Google+

No dia 23 de junho a PM após denúncia anônima, compareceu ao Córrego Nobres de baixo, Zona Rural de Viçosa, onde nas proximidades do estabelecimento de eventos denominado Celeiro do Forró, estava ocorrendo um tiroteio, com uma pessoa baleada caída ao solo. Foram repassadas as informações para as viaturas do turno, que compareceram na estrada vicinal que dá acesso à localidade Nobres de Baixo, ocasião em que depararam com a vítima ADRIANO VENÂNCIO DA SILVA REIS, 31 anos, deitado na referida estrada, apresentando sangramento na face e próximo a ele, certa quantidade de sangue.

Diante de tal circunstância e devido a falta de médicos nos hospitais de Viçosa a vítima foi socorrida pelos militares até o Hospital Santo Antônio da cidade de TEIXEIRAS, onde foi atendido pela médica plantonista, contudo, ao dar entrada no hospital veio a falecer, durante os primeiros atendimentos.

A médica plantonista constatou uma perfuração no olho direito e na nuca. Ainda no hospital, os policiais ao verificarem nos bolsos da vítima, na presença de testemunha, encontraram a CNH, DUAS NOTAS PROMISSORAS EM BRANCO, O CRLV DO VEÍCULO VW/GOL SPECIAL, PLACA GUE9405/Viçosa, ALÉM DE RECIBOS DIVERSOS.

O corpo da vítima foi encaminhado pela Funerária local para o IML da cidade de Ubá.

Em contato com uma testemunha, foi constatado que a vítima era motorista da empresa Viação União e que estava dirigindo o ônibus da linha : “Celeiro do Forró”; Que era fretado. A PM apurou que provavelmente a morte do motorista  se deu por motivos passionais.

A PM realizou intenso rastreamento pelas mediações do local e região com o intuito de identificar/localizar o possível autor do homicídio ,militares conseguiram identificar uma mulher que estaria perto do motorista (vítima)na hora do fato.

a testemunha  foi localizada no hospital e após diálogo, esclareceu que “Estava próxima ao ônibus que a vítima do homicídio conduzia, aguardando para ir embora, momento em que o autor WELLINGTON JORGE DA CUNHA SOUZA, 25 anos, se aproximou dela e de arma em punho disse que era para ela o acompanhar, dizendo ainda que se ela não ficasse com ele, não iria ficar com mais ninguém.

Após começar a se deslocar com o autor para longe do ônibus, o motorista (vítima) teria visto aquela situação e veio correndo em auxilio dela, contudo ao se aproximar dos dois, o autor apontou a arma para a vítima e efetuou um disparo contra ele, o atingindo no olho, vindo este a cair ao solo. Relatou ainda que após o disparo entrou em luta corporal com WELLINGTON, desferindo alguns golpes com o seu tamanco contra a cabeça dele, causando pequenas lesões no mesmo e teria recebido alguns socos e chutes do autor, sofrendo também pequenas lesões, sendo que em seguida WELLINGTON teria fugido do local levando  a arma utilizada no crime.

A testemunha disse que não aguardou a Polícia no local pois estava muito assustada e que iria procurar o quartel após ser medicada. De posse das Informações do AUTOR, a equipe deslocou até a residência do mesmo, onde após cercarem o imóvel, dialogaram com ele, que estava dentro da residência, sendo que WELLINGTON concordou em sair e após confessar ter brigado com mulher e atirar em ADRIANO, ele levou a PM ate um terreno onde a arma foi localizada, a qual estava municiada com duas munições intactas calibre .32. WELLINGTON disse ainda que não se lembrava de muita coisa que ocorreu no momento do crime, pois havia feito uso de “Cocaína” momentos antes do delito.

O autor foi preso e encaminhado para DPJ, juntamente com a arma apreendida.

CAPA-SITE17

 

Deixe uma resposta

Comentários