Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

presoCinco homens invadiram a residência de uma mestranda de 43 anos, na tarde da última terça-feira, 20, no Condomínio Acamari, em Viçosa, e roubaram R$ 500 e alguns objetos de menor valor. A empregada da residência, de 38 anos, teve uma arma apontada para sua cabeça.

Dos cinco assaltantes, três foram encontrados e detidos. A proprietária da residência contou que estava no computador quando ouviu barulhos vindos do outro quarto, parecido com gemidos. Ao se deslocar para lá, deparou-se com cinco homens desconhecidos, dois deles encapuzados, e sua empregada deitada no chão, sob a mira de uma arma na cabeça. A empregada contou posteriormente que estava guardando algumas roupas quando foi surpreendida pelos ladrões, que possivelmente entraram pelos fundos da casa. Além da arma, um dos assaltantes portava um facão. A dona da residência, após flagrar a ação dos ladrões, saiu de casa e conseguiu pedir ajuda para os vizinhos, que chamaram a polícia. Os autores fugiram pelo jardim, levando o dinheiro e alguns objetos da casa. Policiais civis e militares realizaram buscas pela região e localizaram o menor de 15 anos, às margens de um ribeirão, próximo a um pasto no bairro Romão dos Reis que dá acesso ao bairro Nova Viçosa. Ele tentou fugir, porém sem sucesso.

 

O jovem confessou a participação no crime, entregando a mochila contendo alguns dos objetos furtados na casa da vítima, que foram reconhecidos por ela. O menor também afirmou que ele e seus comparsas cometeram o crime porque precisavam pagar uma dívida de drogas, e disse que foi a primeira vez que se envolveu em um crime do tipo. Os policiais continuaram as buscas pela região e encontraram mais dois autores do roubo, escondidos em meio a vegetação. Foram detidos Elimar Soares do Carmo, 19, e Luiz Lucas Geraldo, 19. Os autores afirmaram que a arma usada no roubo era uma arma de paintball, e que a dispensaram no meio do mato durante a fuga, não sendo localizada. Os outros dois indivíduos que participaram do crime não foram localizados, mas já foram identificados pela polícia. Os três foram detidos em flagrante e encaminhados à delegacia. O dinheiro não foi recuperado.

Deixe uma resposta

Comentários