Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

Segundo Boletim de Ocorrências da Polícia Militar da 97 Cia, a esposa de conhecido comerciante de Viçosa, sofreu um seqüestro relâmpago na noite da última sexta-feira, dia 14, no centro da cidade.

De acordo com o que a vítima de 40 anos, relatou aos policiais, ela passava pela rua Benedito Valadares, rua que dá acesso ao estacionamento na antiga via ferra, para pegar seu veículo, quando percebeu um indivíduo de cor parda, 1,75m de altura, magro, encostado em uma parede falando ao celular. Ainda de acordo com a vítima, ao entrar em seu veículo, uma Toyotta Corolla, tal indivíduo entrou rapidamente no banco de trás do motorista e lhe encostou uma faca artesanal no pescoço, ordenando-lhe que desse partida no veículo e seguisse sem reagir, caso contrário a mataria.
Temerosa, a vitima conduziu seu veículo por boa parte do centro de Viçosa, passando pela avenida Bueno Brandão, praça Mário Del Giudice, travessa José da Crua Reis, avenida P. H. Rolfs, entre outras até que pegou a avenida Castelo Branco e chegaram à BR 120. De acordo com o relato dela, chegaram até próximo ao motel Aeroporto, onde após a exigir o cartão de banco da vítima, juntamente com a senha,seu algoz a colocou no porta malas do veículo e assumiu a direção.
Durante os momentos de horror que a vítima passou, ela percebeu que ele trafegava por vias acidentadas, uma vez que o veículo trepidava muito e sacolejava também, e, assim que a via melhorou, ele imprimiu alta velocidade e parou em determinado local não sabido pela vítima. Minutos depois o meliante abriu o porta malas e disse a vitima que iria soltá-la, mas que sabia seus dados e endereço, e mesmo que fosse preso acabaria com a sua vida. Ameaçou-a.
Minutos depois, a vítima assumiu a direção do veículo e viu que se encontrava em uma rua sem saída. Ainda com o porta malas aberto ela deu marcha à ré ela encontrou a entrada da referida rua e foi observando os comércios ali existentes e reconheceu uma escola estadual, foi quando se Du conta que estava no bairro Nova Era. Sendo assim, ela seguiu até uma churrascaria localizada próxima ao HSJB e pediu socorro. Pessoas que ali se encontravam a levaram até o encontro de seu marido em sua residência.
O Sequestrador levou da vítima um celular, documentos pessoais e deixou no banco do veículo o chip do celular, bem como o cartão do banco inutilizado, não podendo saber assim, se foi sacada alguma quantia da conta da vítima.
A Polícia Militar compareceu até o local onde a vítima deixou seu veículo, sendo o Cabo Alexandre Dias, os Soldados Ivan Lopes da Silveira e Edmar Santana Anselmo que acionaram a perícia técnica, porém o perito Silder disse que não compareceria ao local.
A PM realizou intenso rastreamento pelas ruas da cidade, bem como no Campus da UFV, mas não obteve sucesso em encontrar nenhum suspeito. As buscas e a investigação por parte da Polícia Civil continuam.

Deixe uma resposta

Comentários