Compatilhe esta publicação:

Twitter Facebook Google+

Foto_Cod_827201380908PM (1)O delegado da PC de Rio Casca, Diogo Abdo, instaurou inquérito para apurar, as participações do atentado contra a Prefeita Alcione Albuquerque e sua família na madrugada de 27/08.

Abdo, que esteve no local, casa da Prefeita, disse à reportagem do UN, que já começou colher depoimentos de testemunhas do local, que possivelmente tenham visto ou ouvido o barulho.
O delegado disse que as investigações estão sob sigilo, para que o mesmo não seja atrapalhado. Para Abdo pode ser um atentado político, mas ainda é cedo para se adiantar qualquer coisa.
Abdo lamentou o ocorrido com a família da Prefeita e disse que ele e sua equipe estarão trabalhando de forma incansável para chegar aos autores.
Nossa reportagem esteve com a Prefeita Alcione, quando ela estava na delegacia, prestando depoimento. Muito abatida ela avaliou o risco que correu com seu marido, “…foi terrível acordamos com o barulho dos tiros e o barulho das balas batendo nos vidros e nas paredes. Mas graças a Deus estamos bem”, disse ela.
Alcione disse que volta as atividades normais, “…vamos continuar a trabalhando normalmente”. Ela disse que recebeu um telefonema do Governador Antônio Anastásia, dizendo que vai pedir às policias que tenham o maior empenho em elucidar o caso.

Sobre o veículo queimado, Julio Russo Lima, esposo da Prefeita e Presidente da Câmara de vereadores do Grama, explicou que, pertence a um funcionário de uma empresa contratada pela prefeitura que chegou no mesmo dia do atentado. Como ele ainda não tinha lugar par ficar, oferecemos um quarto no andar térreo, onde ele dormiu, “…ele foi vitima também assim como nós”, disse Julio.

fonte: http://www.unidadenoticias.com.br

Deixe uma resposta

Comentários