21/12/2012 – Dilma sanciona nova lei seca que endurece fiscalização

A presidente Dilma Rousseff sancionou ontem mudanças na lei seca endurecendo a fiscalização da embriaguez ao volante. As alterações serão publicadas hoje no “Diário Oficial da União”, e passam a valer imediatamente.

Nova lei seca dói mais no bolso, dizem advogados
OAB e associação de médicos defendem tolerância zero na Lei Seca
Câmara dobra multa e provas de embriaguez na Lei Seca
Recusar teste do bafômetro ainda rende processo em São Paulo
Após decisão do STJ, polícia amplia o uso de bafômetro em SP

A proposta, aprovada na terça pelo Senado, torna válidos novos meios para identificar um condutor alcoolizado, além do bafômetro.

Há ainda uma alteração no Código de Trânsito Brasileiro que dobra a multa aplicada a quem for pego dirigindo embriagado: dos atuais R$ 957,70 para R$ 1.915,40, valor que pode dobrar em caso de reincidência em 12 meses.

O Planalto tinha até o dia 10 de janeiro para sancionar o projeto, mas a presidente acelerou o trâmite da lei para que as novas medidas passem a valer para as festas de fim de ano -quando há aumento do consumo de álcool e de acidentes.

NOVAS PROVAS

Entre os meios que passam a ser aceitos para comprovação da embriaguez estão o depoimento do policial, vídeos, testes clínicos e testemunhos. Essa parte da lei depende ainda de uma regulamentação do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) e a previsão é que isso seja publicado nos próximos dias.

fonte: Folha de são Paulo

21 de dezembro, 2012
545

Deixe uma resposta